A instituição dispõe, além da gama de especialidades médicas, diferentes centros assistenciais: Centro Cirúrgico; Centro de Parto Normal; Centro de Tratamento Intensivo – CTI; Centro Materno-Infantil; Centro Regional de Atenção Integral à Saúde Mental (CRAISM); Pronto-Socorro; Centro de Hemodiálise; Unidades de Internações: Clínicas e unidades cirúrgicas; e serviços de apoio e diagnóstico.

As equipes assistenciais fazem atendimento diariamente aos pacientes. São médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que realizam atendimento nas unidades e serviços de apoio ao paciente internado e também, equipes de setores multidisciplinares, como os psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas e assistentes sociais.

Enquadram-se em serviços de apoio e diagnóstico: Banco de Sangue; Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI); Centro de Endoscopia e Colonoscopia (ENCO); Centro de Esterilização e Materiais; Centro de Oncologia (ONCO); e Centro Oftalmológico.

Há também outras equipes multidisciplinares que atendem, apoiam e dão suporte legal para garantir o completo atendimento de qualidade ao paciente. São elas: Administração; Auditoria; Biomedicina; Compras; Comunicação; Contabilidade; Educação Continuada; Farmácia; Faturamento; Financeiro; Higienização; Internação; Lavanderia; Manutenção; Recursos Humanos; Resíduos Sólidos de Serviços de Saúde; Segurança do Trabalho; Serviço de Arquivo Médico e Estatística; Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho; Tecnologia da Informação; Apoio Jurídico; Setor de Qualidade; e Educador Físico.

Atualmente, o Hospital Ivan Goulart conta com mais de 150 leitos distribuídos em sete grandes unidades: Unidades de internações, Centro Materno-Infantil, Centro de Parto Normal, Centro Cirúrgico, Pronto-socorro, Centro de Tratamento Intensivo – CTI e Centro Regional de Atenção Integral à Saúde Mental (CRAISM), esses que compõem toda estrutura para procedimentos clínicos, cirúrgicos, oncológicos e infantis.

O Hospital também é composto por Comissões e núcleos: Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH; Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho Hospitalar – SESMT; Comissão de Documentação Médica e Estatística Revisão de Prontuários e Avaliação de Óbitos; Comissão Intra-hospitalar de Doação de Orgãos e Tecidos para Transplante – CIHDOTT; Comissão Gestora Multidisciplinar de Análise de Acidentes com Materiais Pérfuro Cortantes; Núcleo de Segurança do Paciente; Comissão de Mortalidade Materna e Perinatal; Comissão de Ética; Comissão de Hemovigilância; Comitê de Proteção Radiológica; Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional; Comissão Interna de Registro Hospitalar de Câncer; Comissão de Farmacovigilância e Padronização de Materiais.

Além do que, existe uma equipe responsável pelo planejamento e projetos, já que a instituição realiza uma gestão focada em planejamento, projetos e resultados que permitam melhorias a pequeno, médio e longo prazo. São alguns exemplos: Captação de recursos – Doação MPT ; Projeto para aquisição de equipamento – Fundo Social Sicredi; PROADI – SUS | Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde; Protocolos médicos de atendimento; Recursos de emendas parlamentares para custeio; Programa de capacitações; Projeto unidade de assistência de alta complexidade – Clínica de Hemodiálise; Credenciamento no PRONAS e Acreditação ONA (Organização Nacional de Acreditação).

CENTRO CIRÚRGICO

Centro Cirúrgico do HIG – Referência Regional

O Hospital Ivan Goulart investe em práticas e acompanhamentos de saúde preventiva, e, também, disponibiliza todo suporte necessário para casos complexos. Neste sentido, o Centro Cirúrgico – CC da instituição é essencial em quadros de doenças e patologias que demandam cirurgia – setor vital para salvar vidas. Além disso, a unidade também é referência em cirurgias eletivas e plásticas, pois dispõe de toda a infraestrutura necessária para realização de cirurgias em todas as áreas da saúde.
Logo, o bloco cirúrgico do HIG possui cinco salas de cirurgia, sendo uma delas própria para cirurgias de cesáreas e uma sala inteligente, onde são realizadas as cirurgias por vídeo, com monitores acoplados. As demais salas contam com a tecnologia da “torre de vídeo”. Em média, são realizadas 300 cirurgias mensais.

A equipe do administrativo do Centro Cirúrgico, conta com enfermeiros, técnicos em enfermagem e colaboradores do setor de higienização. Além de, médicos anestesiologistas e instrumentadores de cirurgia. Já, os cirurgiões são terceirizados e de diferentes especialidades. A Coordenação do CC observa que o fluxo de cirurgias diário do HIG é alto e não há limites. Em média, são realizadas 10 ou 11 cirurgias por dia, porém, sempre surgem urgências. O paciente é prioridade e, assim, o Centro Cirúrgico busca prestar todo suporte necessário em quaisquer circunstâncias.

Antes da cirurgia, a equipe realiza uma entrevista com o paciente, além de fazer perguntas sobre alergias e o estado clínico atual. Depois do checklist, o paciente é preparado para entrar na sala de cirurgia. Em casos de traumas ou emergências, as cirurgias precisam ser realizadas imediatamente. A equipa evita ao máximo fazer cirurgia em um paciente que não esteja em jejum, mas se caso entrar em via de porta aberta uma emergência e/ou trauma, não há outra opção a não ser dar início imediato à realização do processo.

A preparação da equipe cirúrgica também deve atender pré-requisitos antes da operação. O primeiro passo é o profissional passar pelo vestiário, onde coloca uma roupa especial e esterilizada, depois há a lavagem das mãos nos lavabos dentro do próprio bloco cirúrgico, para eliminar todo e qualquer microrganismos. A paramentação cirúrgica adequada é essencial. A posteriori, os profissionais entram na sala de cirurgia e seguem os protocolos indicados para cada caso. A equipe que compõe uma sala cirúrgica tem à disposição um cirurgião; dois circulantes; um anestesista geral; e um instrumentador.

Para a coordenação do Centro Cirúrgico, o Hospital Ivan Goulart conta com um serviço neste segmento de extrema qualidade. Nesta mesma linha, a diretoria do hospital, salienta que uma das principais prioridades da gestão atual é trabalhar em prol de todas as pessoas, o que significa que os investimentos em saúde estão sempre em constante movimento, no intuito de atender toda e qualquer demanda dos pacientes atendidos.

Para maiores informações, entre em contato com o Hospital Ivan Goulart através do telefone
(55) 3431-1650 e solicite o ramal 2021/2169.

CENTRO MATERNO-INFANTIL

Centro Materno-Infantil: Um espaço de acolhimento para
a chegada dos recém-nascidos

Um momento especial como o nascimento de um filho exige grande responsabilidade dos envolvidos no processo do pré e pós-parto. Para que seja um acontecimento a ser lembrado da melhor forma possível, o Hospital Ivan Goulart, através do Centro Materno Infantil, dispõe de uma equipe multidisciplinar qualificada, capacitada e com experiência para essa importante missão.

A enfermeira, Patrícia Soares Paniz, coordenadora do Centro Materno-Infantil, relata que as mães atendidas pelo HIG demonstram satisfação com a experiência e com o atendimento de excelência que lhes é prestado.

Com uma ampla infraestrutura tanto em nível técnico quanto de profissionais, o Centro Materno-Infantil conta com 14 leitos, divididos em acomodações privativas, semi-privativas e enfermaria. Neste sentido, o atendimento é voltado tanto para pacientes particulares, quanto convênio, e SUS – Sistema Único de Saúde.

A título de informação, após o nascimento do bebê, a média de tempo que geralmente as mães ficam no hospital é de 24 horas. Assim, em casos de nascimento prematuro, o HIG possui todos os equipamentos necessários para a segurança do recém-nascido até que ele consiga transferência para uma instituição com UTI neonatal, especializadas no crescimento e desenvolvimento de bebês prematuros.

Por último, o Hospital Ivan Goulart informa que conta com um novo serviço em prol das gestantes, o plano maternidade, Projeto Nascer, o qual oferece o alto padrão de qualidade no atendimento às gestantes que não possuem convênios de saúde, estão em período de carência ou cujo convênio não cobre a maternidade.

Para maiores informações, entre em contato com o Hospital Ivan Goulart através do telefone
(55) 3431-1650 e solicite o ramal 2175. O setor também atende via WhatsApp (55) 99910-2076.

Banco de Sangue

Banco de Sangue do HIG: Seja um doador
e faça a diferença na vida de alguém

O Hospital Ivan Goulart conta com um setor próprio de banco de sangue, espaço de grande importância para suprir as necessidades dos pacientes que precisam de doação sanguínea, sem depender de cidades e instituições vizinhas para fazer a coleta. Roselaine Maag, Farmacêutica Bioquímica e coordenadora do Banco de Sangue, explica que para a doação acontecer, o voluntário passa por um processo de triagem, no intuito de garantir o aproveitamento do material coletado.

O Banco de Sangue do HIG, através deste conteúdo, faz um alerta à comunidade para que doem sangue, pois, em épocas de baixa de estoque, a equipe do Banco de Sangue busca entrar em contato com pessoas que já estão dentro do cadastro, e preenchem os requisitos, no entanto, é de suma importância o processo voluntário para auxiliar na causa.

O processo de doação de sangue é totalmente seguro e são cumpridas todas as normas técnicas para que não haja nenhum tipo de prejuízo ao doador. Logo, para ser um doador, basta estar na faixa etária de 16 a 69 anos, e pesar mais de 50 kg. Para menores de idade é necessário o consentimento dos responsáveis. Nos demais, basta ir até um centro de banco de sangue, portando em mãos um documento com foto.

Os homens, por exemplo, podem fazer a doação de sangue até quatro vezes por ano, com o intervalo de dois meses, já as mulheres podem doar até três vezes no ano, também com um intervalo de três meses.

Antes da doação, o voluntário preenche um cadastro, onde ele responde todo um questionário prévio e, após isso, realiza os exames necessários. A coleta leva em torno de 15 minutos. A coordenadora Roselaine lembra que além de fazer a doação, a pessoa ainda ganha os seus exames de forma gratuita.

Doe sangue você também e salve vidas!

Para mais informações, entre em contato com o Hospital Ivan Goulart pelo telefone
(55) 3431-1650 e solicite o ramal 2164.

Centro Oftalmológico

Centro oftalmológico do Hospital Ivan Goulart

Muitos são os sentidos que ajudam o homem a compreender e se adaptar à vida, um deles é o sentido da visão. Para aqueles que percebem o mundo através dos olhos, é necessário cuidado com a ótica, pensando nisso, o Hospital Ivan Goulart, em março de 2018, trouxe para cidade de São Borja e região um Centro Oftalmológico de alta complexidade, que realiza consultas, exames e cirurgias.

O oftalmologista, Dr. Luiz Fernando Munareto Jr. relata que a “região não contava com o serviço oftalmológico de alto desempenho tecnológico e técnico, então, o hospital precisava deste setor, pois muitos pacientes precisavam ser encaminhados para fora da cidade. Então isto que nos trouxe para cá”. Com o passar dos anos, o Centro Oftalmológico de São Borja foi crescendo e se desenvolvendo, abrangendo não só o município, mas a região também.

Em 2018 as consultas no Centro Oftalmológico ocorriam de forma particular. Em 2019 regularizou-se o atendimento pelo IPE Saúde para exames e consultas. Hoje em dia é aceito também o FUSEx. Além disso, conforme informa o Dr. Munareto Jr., há desconto para todos os tipos de planos de saúde, pois no intuito de auxiliar a comunidade, há convênio com todos.

Atualmente, o centro atende de segunda a sexta-feira através de agendamentos. A média mensal gira em torno de 600 atendimentos. Pondera-se ainda, que a cada dia a procura pelos serviços oftalmológicos aumentam e a agenda e espaço ficam cada vez menores. Pensando nisso, o Hospital Ivan Goulart em parceria com o Centro Oftalmológico propôs aumentar o centro.

A previsão é de que nos próximos seis meses seja inaugurado um novo espaço. “Esta ampliação irá beneficiar muito a população local e regional – todas as cidades vizinhas que nos procuram – e vamos conseguir resolver mais problemas, de um maior número de pacientes e de forma mais rápida”, argumenta ainda o Dr. Luiz Fernando.

A nova clínica será dividida em dois andares, um exclusivo para diagnósticos e o outro para atendimentos clínicos. “Vai ser um andar todo para a parte de diagnóstico com exames e profissionais técnicos, que irão realizar esses exames. E a parte de clínica será no andar superior com quatro consultórios, mais um setor de procedimento”, explica o Dr. Munareto Jr.

Além disso, o aumento do Centro Oftalmológico prevê uma soma de profissionais à equipe. O intuito é que dois oftalmologistas clínicos e cirúrgicos façam os atendimentos, – ao invés de apenas um por período – e pretende-se trazer subespecialidades como em estrabismo, retina e para cirurgias de estética ocular. A ideia é que se tenha dois médicos cirurgiões e clínicos fixos, e subespecialidades algumas vezes por semana dependendo da demanda necessária. O plano também prevê ampliar os serviços pelo IPE.

Hoje o Centro Oftalmológico consegue fazer toda a parte de seguimento ocular anterior do olho, ou seja, todas as cirurgias de seguimento do globo ocular, exceto, retina cirúrgica, entretanto, o centro tem referências de todos os serviços particulares para encaminhamento de pacientes. “Todo paciente que procura nossos serviços, consegue sair com tratamento. Hoje conseguimos fazer, em média, 95% dos tratamentos aqui e 5% referenciamos”, acrescenta o Dr. Luiz Fernando Munaretto Jr.

A gama de atendimentos ofertados pelo Centro Oftalmológico do HIG é ampla. Só para cirurgias realiza procedimentos como: catarata; pterígio; e calázio. Ademais, o setor efetua procedimentos como iridotomia e capsulectomia. Abaixo, segue uma lista dos exames que se subdividem entre diagnóstico e rotina. São eles:

• Exames de Rotina;
• Tonometria computadorizada;
• Biomicroscopia;
• Refração manual (refinamento de graduação);
• Ceratoscopia computadorizada;
• Exames de Diagnóstico:
• Biometria óptica;
• Topografia de córnea;
• Microscopia especular;
• Retinografia/papilografia;
• Papilografia;
• Campimetria computadorizada;
• Ecografia ultrassônica – (ultrassonografia ocular);
• OCT – Tomografia de Coerância Óptica.

Para mais informações sobre os atendimentos realizados no Centro Oftalmológico e sobre os agendamentos e encaminhamentos, entre em contato através do número
(55) 3430-3679, ou envie um e-mail para o endereço eletrônico oftalmo@hospitalivangoulart.org.br.

ENCO

Centro de Endoscopia e Colonoscopia

Desde o ano de 2015, o Hospital Ivan Goulart possui um Centro de Endoscopia e Colonoscopia – EnCo, onde uma junta de profissionais qualificados atuam para realizar exames de endoscopias e colonoscopias e, também, realizam outras modalidades de exames no segmento de gastroenterologia.

A clínica atua atendendo pacientes que estão em tratamento no hospital, como também, pacientes externos. Para a coordenação da EnCo, o setor é de extrema importância para os pacientes e profissionais de saúde do hospital, primeiro por resolver casos com urgência e emergência e, segundo, por estar situada dentro do hospital acaba por agilizar o processo. Já para o público em geral é uma questão de prevenção. Diagnóstico precoce e prevenção”.

Salienta-se também, que a EnCo funciona de segunda a sábado e realiza os seguintes exames: endoscopia; colonoscopia; balão intragástrico; gastrostomia; passagem de sonda para alimentação. Logo iniciarão os exames de phmetria esofágica e manometria esofágica. Além destes, dentro da modalidade de endoscopia e colonoscopia, existem vários outros procedimentos realizados pelo centro clínico.

Para mais informações você pode entrar em contato pelo telefone (55) 3431-1650, ramal 2142 e WhatsApp (55) 99603-5119, ou ainda, poderá se dirigir até o hospital para sanar suas dúvidas.

PRONTO SOCORRO

Atendimento 24h

Com atendimento 24, regularmente o PS (Pronto Socorro), tem realizado reuniões para definição de novos fluxos e rotinas para atendimento dos pacientes da unidade de urgência e emergência do HIG.

Recentemente foram definidos novos protocolos: “Acolhimento com Classificação de Risco”, que segue orientações do Ministério da Saúde e é adaptado pelo HIG conforme a demanda e contexto do Hospital. Esse processo consiste em: cadastro, classificação (triagem) e atendimento médico.

Após, esse paciente será classificado por cores: Emergência (vermelho) – casos muito graves com alto risco de morte: atendimento imediato; Urgência (amarelo) – casos graves com necessidade de rápido atendimento; Atendimento Rápido (verde escuro) – atendimento padrão com maior possibilidade de espera (prioridade para portadores de deficiência e idosos); Pouca Urgência (verde claro) – pouco risco de complicações. Pode aguardar atendimento; Não Urgência (azul) – atendimento para casos mais simples e seguros em que o paciente pode ser referenciado para outra unidade de saúde.

Conforme a Diretora Executiva do Hospital, Fernanda Bonotto, o PS visa ser um instrumento de saúde que acolha o cidadão para garantir um melhor acesso aos serviços de urgência e emergência com atendimento humanizado e efetivo e, por isso, precisa estar constantemente atualizando os seus protocolos para melhorar atender a comunidade.

Portanto, esse protocolo orienta quais os pacientes necessitam de atendimento mediato ou imediato, de acordo com o potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento. Para tanto, antes do paciente ser encaminhado ao médico, existe um processo de triagem com o enfermeiro responsável que denota as prioridades do atendimento.

Para mais informações você pode entrar em contato pelo telefone (55) 3431-1650, ramal 2180/2009, ou ainda, poderá se dirigir até o hospital para sanar suas dúvidas.

Clínica de Hemodiálise Celestino Rigo

Centro de Hemodiálise do HIG é habilitado para atendimentos SUS
e se torna referência na região

Mais uma conquista histórica para São Borja, o credenciamento do Centro de Hemodiálise do Hospital Ivan Goulart junto ao SUS – Sistema Único de Saúde, fato que foi confirmado através de publicação da Portaria de Nº 3.211/22, de 04 de agosto de 2022, do Ministério da Saúde.

A título de conhecimento, o documento, habilita o Hospital Ivan Goulart como Unidade de Atenção Especializada em Doença Renal Crônica (DRC) com Hemodiálise e nos Estágios 4 e 5 (Pré-Dialítico) e estabelece recursos orçamentários para procedimentos em Média e Alta Complexidade. Anualmente, a instituição irá receber, R$2,4 milhões de reais para esse serviço.

A concretização dessa conquista é de extrema importância para o hospital, pois há anos a instituição trabalha em ações incansáveis em conjunto com autoridades para que esse serviço viesse a acontecer, de modo a contemplar toda a comunidade, ou seja, pacientes particulares, convênio e SUS atendidos pela instituição.

É necessário, ponderar, do mesmo modo, que antes desse credenciamento do próprio Hospital como Centro de Hemodiálise, a instituição possuía um contrato terceirizado com a Clínica Renal da Dra. Vera Regina Oliveira Miranda Lemos, Nefrologista, o que significa que os pacientes de São Borja e região sempre estiveram assistidos.

A Diretora do HIG, Fernanda Bonotto salientou que é um sonho que está se tornando realidade, pois com a publicação da portaria mencionada acima, o hospital já começou a se organizar para agilizar os processos burocráticos para atender os pacientes com doença renal em seu próprio Centro de Hemodiálise e, em setembro, os atendimentos já tiveram início.

Salienta-se ainda, que a equipe do Hospital só estava aguardando por essa aprovação para que os trabalhos pudessem ser iniciados, pois, toda a parte infra estrutural da clínica já está pronta e com equipamentos de primeira linha.

A habilitação do Centro de Hemodiálise representa credibilidade e qualidade no serviço, tanto em nível de estrutura quanto em nível profissional. Conforme Fernanda, esse é mais um dos serviços de alta complexidade do hospital. “Estamos evoluindo e nosso principal intuito é avançar cada vez mais no segmento da saúde para auxiliar nossa comunidade e região”, pontua a diretora do HIG.

O presidente do HIG, Pedro Machado, destaca que esse credenciamento reafirma uma batalha de anos e que foi trabalhada e buscada incansavelmente através de reuniões, agilidade em documentações, dentre outros processos burocráticos, “Nós nunca desistimos e hoje visualizamos concretizada mais uma vitória na área da saúde em benefício de São Borja e região.

Para mais informações você pode entrar em contato pelo telefone (55) 3431-1650, ramal 2188, ou ainda, poderá se dirigir até o hospital para sanar suas dúvidas.

CDI

Centro de Diagnóstico por Imagem

Um espaço moderno, qualificado e bem equipado confirma ao Centro de Diagnóstico por Imagem a boa reputação que tem. O CDI atende em novo espaço desde 2014, trazendo para São Borja equipamentos de ponta e profissionais qualificados para atender a população no que concerne a demanda por exames de imagem.

O médico radiologista, Dr. Jonas Hickmann, que atua no Hospital Ivan Goulart desde 2008, ressalta a importância do serviço: “o CDI é essencial para a área da saúde como um todo. Aqui, disponibilizamos de uma estrutura muito completa, e com um volume enorme de exames, e que consegue, apesar deste volume, uma eficiência muito grande. Os aparelhos são de última geração, são raras as exceções de alguns exames que não são feitos aqui, e o paciente tem que ir para outras cidades”.

Logo, o dia a dia é movimentado na clínica, pois de acordo com o radiologista, “são realizados cerca de cinco mil exames mensalmente. A clínica atende São Borja e outros municípios, pois o Hospital Ivan Goulart e, consequentemente, o CDI se tornaram referência na região, já que, pacientes de outras cidades vêm fazer exame aqui por conta da qualidade e da agilidade dos nossos exames” destaca o médico.

Para facilitar o atendimento, o espaço foi construído junto do HIG para conseguir atender as necessidades do público interno, pacientes do hospital e da emergência, e também do público externo, que buscam exames de rotina, por exemplo. Para os pacientes externos, a entrada para a clínica fica na rua General Osório, 1477.

Além disso, devido às demandas exigidas atualmente, o CDI também dispõe de um sistema que permite que o paciente faça o agendamento e consulta de seus exames de forma online.

Para mais informações sobre os exames ou atendimentos, entre em contato através dos telefones 3431-6969 ou 3431-1650, ramais 2167. Também pode-se acessar essas informações pelo e-mail institucional do CDI: cdi@hospitalivangoulart.org.br.

CTI

Centro de Terapia Intensivo:
Uma referência para São Borja e região

O Centro de Terapia Intensivo do HIG é o espaço clínico destinado para acolher os pacientes de casos graves que precisam de cuidados avançados de uma equipe multidisciplinar.]

Durante toda a internação do CTI o paciente é monitorado, para caso haja alguma situação emergencial ele possa ser atendido o mais rápido possível.

O Hospital Ivan Goulart dispõe de uma equipe qualificada para atendimento e, também, infraestrutura de primeira qualidade em benefício do paciente.

Centro de Oncologia

Centro de Diagnóstico por Imagem:
Uma referência para São Borja e região

Desde 2015 o Hospital Ivan Goulart conta com um espaço qualificado, tanto em estrutura como em questão de profissionais, para tratar pacientes oncológicos de São Borja e região. Com atendimento SUS e de forma privada e vinculado a convênios como IPÊ (Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul), UNIMED (Confederação Nacional das Cooperativas Médicas), CABERGS (Caixa de Assistência dos Empregados do Banco do Estado do Rio Grande do Sul), entre outros, o Centro de Oncologia atende durante todo o tratamento e farmacologia necessária ao paciente.

A equipe que compõe hoje o Centro de Oncologia é multidisciplinar, a qual é integrada por um médico especialista, uma enfermeira, uma técnica em enfermagem, um farmacêutico responsável pela manipulação dos remédios, nutricionista e psicóloga. Atualmente o Centro conta com mais de 100 pacientes.

Ter esse espaço a disponibilidade da comunidade são-borjense melhora a qualidade de vida dos pacientes, que anteriormente precisavam se deslocar para outras cidades a fim de realizarem o tratamento, que é delicado e pode ter efeitos colaterais para alguns deles, como explica a enfermeira responsável técnica do CdO, Patrícia Gallo, “acaba sendo não muito confortável ao paciente, pois com as medicações, às vezes tem um mau-estar e não se tem muito acesso pra comprar uma medicação para tratar uma náusea, jejum, vômito, uma dor. Esses sintomas são muito frequentes nesses pacientes, então o fato deles estarem em casa é muito cômodo né?”, finaliza.

O serviço de psicologia é de extrema importância durante o tratamento, é através do diálogo que o paciente pode expressar seus sentimentos com as novidades do que está vivendo, a psicóloga Lara Dubal destaca que “o acompanhamento psicológico é fundamental para amenizar os sentimentos que surgem nessa fase, ele ajuda o paciente entender suas próprias emoções e o ajuda a processar o que é novo e, desta forma, enfrentar a doença e as mudanças associadas a ela.” Ela também ressalta a importância dos familiares dos pacientes oncológicos buscarem ajuda,“propõe apoio diante do impacto do diagnóstico e de suas consequências mostra a possibilidade de auxílio para enfrentar.”, completa a psicóloga.

Em resumo, a equipe é preparada para receber os pacientes com um serviço humanizado, voltado à demanda de cada um, onde, para além do tratamento ligado diretamente à saúde física, todos os profissionais estão à disposição para acolher e ouvir as angústias, alegrias e histórias de cada um.

Para mais informações sobre os exames ou atendimentos, entre em contato através do telefone
(55) 3431-1650, ramal 2143.

CRAISM

Centro Regional de Atenção Integral em Saúde Mental

O HIG é o primeiro Hospital do RS a habilitar no Ministério da Saúde o CRAISM – Centro Regional de Atenção Integral em Saúde Mental, que contempla psicoterapia individual, desenvolvimento de espiritualidades, noções de saúde geral, atividades físicas, jogos, filmes com sessões de pipoca, campeonatos de truco, artesanatos diversos, conforme aceitação e preferência do assistido, passando de atendimentos de média para alta complexidade.

O serviço disponibiliza leitos SUS, convênio e particular. São atendidos pacientes de todos os municípios que fazem parte da 12° coordenadoria de saúde.

O CRAISM, dispõe de multimeios com recursos como áudio visual, artesanatos, atividades recreativas e interativas, dois pátios externos um com mini quadra de futebol e outro para receber visitas. Além disso, uma sala de multiprofissionais que conta com assistente social, psiquiatra, psicóloga, fisioterapeuta, nutricionista, clínico geral, enfermeiros e técnicos em enfermagem para melhor acompanhamento dos pacientes de forma integrada.

Unidades de Internação

Saiba mais sobre o setor de internação do HIG

O Setor de Internação é responsável pelo direcionamentos dos pacientes que necessitam de leitos no Hospital Ivan Goulart. Por ser uma seção que possui atribuições voltadas para todos os trâmites necessários para entrada e saída de pacientes na instituição, logo demanda de uma logística eficaz.

A coordenação administrativa do setor, pondera a relevância da seção para o hospital e, consequentemente, para os pacientes atendidos, pois, existem duas portas de entrada para a internação hospitalar, pela emergência e pelo agendamento de procedimentos.

O Setor de Internação gerencia os leitos de toda a infraestrutura do hospital, ou seja, das unidades. Dentre elas: Centro Materno-Infantil; Unidade 200 (leitos de convênio e particulares); Unidade 300 (área de isolamento do hospital); Unidade 400 (enfermarias de pacientes clínicos do SUS); Unidade 500 (CRAISM); Unidade 600 (área destinada a pacientes cirúrgicos por convênio, particular ou SUS); Unidade 700 (pediatria); e Unidade 800 e 900.

Além dessas unidades, há os outros setores, como, por exemplo, o bloco cirúrgico, onde os pacientes entram para fazer procedimentos e, após cirurgia, passam pela sala de recuperação, para posteriormente serem encaminhados para os seus leitos definitivos.

Os serviços prestados pelo Setor de Internação são realizados de forma humanizada, a fim de atender as necessidades dos pacientes de forma individual, uma vez que cada pessoa terá uma demanda única e particular. A equipe desta unidade está treinada para olhar para o outro com empatia e carisma, fazendo do seu lema uma verdade.

Para mais informações, entre em contato com o Hospital Ivan Goulart através do telefone (55) 3431-1650 e solicite o ramal 2175. O setor também atende via WhatsApp (55) 99910-2076.

Assine a nossa
newsletter!

Fique por dentro de todas
nossas novidades.